Como funciona a mente de um político na Suécia

[show_fb_likes] Por Claudia Wallin, de Estocolmo
 

Manda o espírito cristão exercer a compaixão neste período santo, em que tantos lamentos se ouviram no Congresso pela graça bendita, e sempre piedosamente atendida, de alcançar mais um reajuste salarial para os bem-aventurados juízes e representantes do povo brasileiro.
Mas a razão clama por um sinal de que a decência existe, especialmente quando se sabe que o efeito cascata do reajuste dos supersalários produzirá em breve, e mais uma vez, o milagre da multiplicação dos salários em todas as instâncias do legislativo e do judiciário.
Até prova em contrário, as evidências são de que quem existe é Papai Noel.
Nem o mais longínquo recanto do poder será esquecido: enquanto quem pôde fazer a última ceia ainda come os restos do peru pré-temperado, os integrantes das assembléias municipais já antecipam a aprovação, em 2015, do aumento do ganha-pão dos vereadores da república.
Mas saberão talvez até os espíritos mais errantes que, na maior parte dos países deste mundo, o trabalho de vereador não é sequer remunerado.
No Brasil também já foi assim, pelo menos no caso das cidades menores: até 1977, apenas os vereadores das capitais e de cidades com mais de 500 mil habitantes recebiam salários. Em abril daquele ano, num ataque de generosidade destinado a domesticar a oposição ao regime militar, o general-presidente Ernesto Geisel estendeu a remuneração a todos os vereadores do país.
Com o fantástico decreto militar, aos poucos muitos representantes do povo nas cidades brasileiras passaram a ganhar salários exponencialmente mais altos do que o do próprio patrão – a saber, o povo.
A vaga de vereador é serviço atraente: o salário é de até 75% dos vencimentos de um deputado estadual, que por sua vez recebe 75% do que recebe um deputado federal – a partir de 2015, o contracheque dos congressistas será de R$ 33,7 mil.
Alguns exemplos: na Câmara de Piracicaba (SP), por exemplo, o salário dos vereadores, que em 2012 teve alta de 66%, chegou este ano a R$ 11.492,96. Em Curitiba, o salário é de R$ 14,2 mil. Em Dourados (MS), onde o salário chega hoje a R$ 10 mil, Câmara encerrou o ano aprovando um auto-aumento salarial e uma gratificação natalina que dará R$190 mil a 19 vereadores.
E como a caridade com a carteira alheia tende a desconhecer os limites da bondade, os impostos dos contribuintes financiam ainda as fabulosas verbas indenizatórias, que em alguns municípios chegam a incluir auxílio-alimentação para os vereadores: professores, médicos, enfermeiros e demais contribuintes pagam pelo almoço dos seus nobres representantes.
Especialmente nas pequenas cidades, sabe-se que o trabalho de vereador é pontual é esporádico: uma a duas sessões de uma hora de duração por semana, no máximo, e em muitos casos pouca coisa a fazer fora deste horário.
Nas grandes cidades, vereadores se notabilizam pela ausência ao trabalho no plenário. Levantamento feito em novembro pela repórter Pâmela Oliveira, do jornal Extra, apurou que, num período de três meses, os vereadores do Rio de Janeiro passaram apenas 16 horas no plenário – por mês, foram 5h39m. Das 42 sessões realizadas no período, 41 acabaram antes do fim da pauta, devido ao número insuficiente de vereadores em plenário.
”A gente vê que, sistematicamente, tem gente aqui que assina o ponto e vai embora. Não fica para a sessão. É inadmissível, uma irresponsabilidade absoluta dos vereadores. Nós temos que estar no plenário. Votamos apenas três vezes por semana, por duas horas. Nem nestes momentos o vereador está aqui”, disse à repórter a vereadora Teresa Bergher (PSDB).
Em São Paulo, com a campanha nas ruas, os vereadores votaram até setembro um único projeto de lei no segundo semestre: uma homenagem aos 100 anos do clube Palmeiras. Aos contribuintes, cada dia de funcionamento da Câmara Municipal custa R$ 1,4 milhão.
Vamos ver agora como é a situação em um país como a Suécia, por exemplo.
Em nenhuma cidade sueca, os vereadores recebem salário. A representação nas assembléias municipais é considerada uma atividade política a ser exercida em paralelo a um emprego remunerado, de onde todo político local deve tirar seu próprio sustento. Vereadores suecos também não têm direito a carro com motorista particular, e nem a caros gabinetes: trabalham de casa.
”Na Suécia, a função de vereador é considerada um trabalho voluntário”, disse Hanna Brogren, Diretora de Comunicação da Prefeitura de Estocolmo, em entrevista para o livro ”Um País Sem Excelências e Mordomias”.
”Temos uma lei que permite a um vereador se ausentar por algumas horas do trabalho, quando necessário, para se dedicar à atividade política. Nestes casos, a Câmara ressarce o vereador pelas horas não trabalhadas que seu empregador desconta do salário”, explica Hanna.
A área metropolitana de Estocolmo tem 26 municipalidades, com população superior a 2,1 milhões de habitantes. A área urbana da capital sueca concentra aproximadamente 1,4 milhão de residentes.
As sessões na Câmara acontecem esporadicamente, como é comum na maioria dos países. Numa engenhosa dedução, os suecos compreenderam que não faria sentido pagar salário aos vereadores, uma vez que a função não exige dedicação em tempo integral.
Como me contou a vereadora Karin Hanqvist, os vereadores recebem apenas uma gratificação mensal, equivalente a cerca de 235 dólares.
Salário de verdade ela ganha como funcionária de uma creche, ”um emprego normal, como tem qualquer vereador”: ”Somos cidadãos comuns, eleitos para representar o cidadão comum. E cidadãos comuns trabalham em empregos regulares”, disse Karin.
Vereadores suecos ganham, além da gratificação mensal, um adicional de cerca de 150 dólares por sessão realizada na Câmara.
”Mas se um vereador participa apenas de parte da sessão, pagamos apenas a metade do valor do adicional”, diz Ida Strid, do Secretariado da Câmara Municipal de Estocolmo.
Pergunto a ela se os vereadores têm algum tipo de benefício, como auxílio-transporte.
”Não. Mas se a sessão na Câmara se estender além das dez da noite, eles podem pegar um táxi para casa. Além disso, eles têm direito a estacionamento gratuito nas noites em que há sessão na Câmara”, responde ela.
Algum outro benefício?
”Sim. Os vereadores têm direito a receber gratuitamente o jornal do Parlamento, ”Riksdag&Departement”, e a publicação da associação de empregadores dos condados e municipalidades, ”Dagens samhälle””, diz Strid.
Nas assembléias municipais de toda a Suécia, 97 por cento dos políticos não recebem salário. Na Prefeitura, a lista dos assalariados inclui o prefeito e os 11 vice-prefeitos.
Na Stadshuset, a belíssima construção que sedia a Prefeitura e a Câmara Munipal de Estocolmo, encontrei certo dia a vereadora Christina Elffors-Sjödin.
Produziu-se o seguinte diálogo:
. O que a senhora acha do fato de trabalhar como vereadora desde 2006 sem receber salário?
CHRISTINA ELFFÖRS-SJÖDIN: Acho bom, porque penso que não devemos ter vereadores pagos.
. Por que não?
CHRISTINA ELFFÖRS-SJÖDIN: Porque estamos aqui exercendo a nossa cidadania, em uma atividade que não exige dedicação em tempo integral, e portanto não devemos ser pagos por isso. Se pagássemos salários a vereadores, muitos estariam aqui não por causa de um comprometimento para mudar as coisas para melhor, e sim para ganhar dinheiro e fazer carreira. Seria, então, um trabalho. E não acho que ser vereador é um trabalho.
. O que é ser vereador?
CHRISTINA ELFFÖRS-SJÖDIN: É um trabalho voluntário, que pode ser perfeitamente realizado nas horas vagas. Para isso, temos uma pequena gratificação, que na verdade tem um valor extremamente baixo, mas é suficiente. Para receber salário, trabalho como diretora de uma creche em tempo integral.
. Por que um vereador não deve trabalhar em tempo integral e receber salário, como os deputados do Parlamento sueco?
CHRISTINA ELFFÖRS-SJÖDIN: Porque eles (os deputados) trabalham muito mais do que eu. Eles representam todo o país. Eu represento apenas Estocolmo, e não há uma carga de trabalho que justifique o trabalho remunerado em tempo integral.
. A senhora não recebe nenhum tipo de auxílio-transporte. Como paga por seus deslocamentos na cidade como vereadora?
CHRISTINA ELFFÖRS-SJÖDIN: Bem, é também para esse tipo de gasto que ganhamos a pequena gratificação mensal da Prefeitura. Mas como preciso trabalhar na creche todos os dias, uso na verdade o cartão que dá direito a utilizar os transportes públicos, que compro com meu próprio salário.
. Que tipo de transporte a senhora usa para vir à Câmara Municipal?
CHRISTINA ELFFÖRS-SJÖDIN: Trem. Moro no subúrbio, tomo o trem até a Estação Central de Estocolmo e de lá caminho cerca de dez minutos até a Stadshuset (sede da Prefeitura e da Câmara).
Como faria um político sueco, decidi em seguida pegar um trem para o distrito de Skärholmen, a fim de encontrar o subprefeito local.
O subprefeito Jon Johnsson, que na nomenclatura sueca ocupa o cargo de presidente do Conselho Distrital de Skärholmen, marcou a entrevista para o final da tarde de uma quinta-feira. Teria que ser um final de tarde, porque é quando ele encerra o expediente como diretor de uma escola primária. E teria que ser uma quinta-feira, pois é o único dia da semana em que ele pode usar uma sala no prédio da administração pública do distrito, normalmente ocupada por uma funcionária pública.
Skärholmen tem 34 mil habitantes e um orçamento invejável: a cada ano, o distrito recebe da Prefeitura 986 milhões de coroas suecas, o equivalente a cerca de 99 milhões de euros. Mas nenhum luxo cerca o presidente do Conselho Distrital.
A sala emprestada que Jon Johnsson usa tem dez metros quadrados. Ao abrir a porta, Jon me oferece um copo de água da bica, que na Suécia é potável.
Com risos quase histéricos, ele respondeu à minha pergunta sobre se o cargo de presidente do Conselho Distrital lhe confere direito a salário, secretária, assistentes ou um improvável carro com motorista.
”Não, não, não!”, exaltou-se Johnsson.
”Não quero ser descortês, mas penso que sistemas que concedem certos benefícios aos políticos são perigosos. Porque transformam políticos em uma espécie de classe superior, que não sabe como vivem os cidadãos comuns. E se um político não vivencia as mesmas condições de vida de seus eleitores, ele não pode saber o que precisa ser mudado”, raciocina Johnsson.

* Texto publicado no DCM – Diário do Centro do Mundo 

(Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui).

Claudia Wallin
Sobre o Autor

A jornalista brasileira Claudia Wallin, radicada em Estocolmo, é autora do livro Um país sem excelências e mordomias.

233 thoughts on “Como funciona a mente de um político na Suécia

  1. Barreto Pereira says:

    ….E quando chega em qualquer instancia uma ação dos aposentados para ser revistos seus benefícios, que estão mais do que defasados, os ilustres Meritíssimos vetam porque é INCONSTITUCIONAL….as nossas leis são bem DEMOCRÁTICAS…. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Nilda Camargo says:

    Cadê a Reforma Política? O Brasil precisa a exigir o que precisa ser mudado… Não se paga salário para políticos e pronto! Vai sobrar vaga para quem quer realmente trabalhar! Vamos exigir pessoal – O POVO É SOBERANO!

  3. Achtoo Tsz says:

    na minha opinião,a enorme maioria dos municipios brasileiros JÁ não precisa mais de “câmara dos vereadores” e tempo virá que essa estrutura tôda de governo será completamente obsoleta(não está longe)…a informática é bem mais eficiente,barata,segura e democrática….é só usar a cabeça…um pouquinho..e lembre-se o brasileiro que um bom pedaço dos 4-5 meses anuais que trabalhamos para impostos,uma boa parte vai para as despesas da administração.

  4. Itair Candido says:

    hooooo,coitado do brasil,neste país que começou tudo errado a onde não se tem governo,tudo e manipulado pelas potencias mundiais,e pelo olho grande em dinheiro publico e nas lavagem de dinheiro das empreiteiras.esse brasil não vai mudar porque o povo tem mentalidade pequena demais quaisquer projetinho já engana.

  5. Edson Cavalheiro says:

    Sem querer justificar nada. Apenas ter noção de como a Suécia chegou no que é hoje, e como o País Brasil chegou no que é hoje. Só ter noção de realidade. Enquanto tivermos pessoas que se consideram mais de que qualquer outra, nunca teremos democracia e muito menos respeito aos direitos de quem quer que seja.

    • Jeovah Baracat says:

      Os nossos politicos estão certos. Em uma Nação onde um médico ganha o que ganha no serviço Público, e um jogador de futebol, um cara qualquer chamado de Professor prá ser Técnico, ganham m absurdo, podemos esperar o que das pessoas que fazem as LEIS, e vamos votar neles na próxima eleições

  6. Lucileni Del Cali says:

    O problema é a corrupção institucionalizada!! Num país governado por bandidos impunes, criaturas desprovidas de ética e moral (não confundam com falso moralismo), qualquer mudança deve ser vista com muito cuidado, pois o pouco que temos de democracia, segurança, vida privada e liberdade, pode ser tirado com um simples visto! Não acredito mais no PT e seus asseclas! #decepçãototal

    • Leandro Franca says:

      Sensacional seu comentário. Parabens por sua coragem de mostrar uma mudança de opinião totalmente desvinculuda a um pattido e a um fanatismo burro. Votei no Lula para dep federal, não voto mais. Votei Geraldo Alkimin no seu primeiro mandato, também não voto mais. Mas as pessoas tratam politica como futebol, são torcedores fanáticos induzidos por discursos imflamados dos políticos hipócritas que se odeiam na campanha mas depois se aliam sem a mínima vergonha( FHC e Antônio Carlos Magalhães) (Lula e Color) ( Lula e Maluf e Sarney etc.)

  7. Daisy Faller says:

    Na Alemanha tb não! O problema mais grave e que alem de assaltarem os cofres da Republica com os seus salários. ..NAO TRABALHAM NA ALEMANHA UM JUIZ TEM 3 meses para despachar os seus processos..o meu concunhado trabalhava aa noite ate tarde no escritorio localizado no Keller (porão).

  8. Itaci Josmar de Barros says:

    Tinha que Mudar todas as nossas Leis a respeito dos salários das autoridades públicas, eles ganham demais e produzem pouco quase nada. Os salários tinham quer ser que nem os dos Trabalhadores da Iniciativa Privada (Mínimo um pouco melhorado) tem que acabar com essas diferenças. E se aplicar as leis penais mais seriamente em relação aos crimes praticados por Servidores públicos e políticos em especial (Cadeia pra Eles). Tem que acabar também com os feriados somente para eles, se tiver feriado tem que ser estendido a todos os demais trabalhadores.

  9. Carlos Valentim Selegatto says:

    Antes da Ditadura Militar (1964 – 1985) em cidades pequenas como Mogi Mirim os vereadores não recebiam salários, não tinham carros e motoristas, não tinham secretários e exerciam suas atividades com muita dignidade. E ainda tem gente pedindo a volta da Ditadura. Que falta faz conhecer a história!!!!!!!!

    • Leandro Franca says:

      Sou de 1966, pouco vivenciei a ditadura pois era muito jovem, pelo pouco que conheci, não desejo o seu retorno, mas há entre outras tantas diferenças nos regimes de governo uma mais indigesta, que pouco se divulga. Muitos mitares ligados ao governo, inclusive o General Figueiredo, morreram como classe média baixa ou até pobres, fato esse impensável nos dias de hoje em plena “DEMOCRACIA”.

  10. J Gilberto Silva says:

    País de 1ª Mundo , tem Uma Consciência Desperta para a Fraternidade. Falta Muito para o Brasil , chegar lá e com esse “governo” vamos ficar mais atrasados ainda. Mais depois da dedetização tudo volta ao normal.

  11. Jeanne Santos says:

    É com um profundo desgosto que li essa matéria. Desgosto de ser parte de um sistema corrompido e corroborado por muitos como vimos nas últimas eleições. Vamos ver até onde chegaremos. Do jeito que a coisa está vamos cada vez mais para o fundo do buraco.

    • Leandro Franca says:

      Foda e alguem concordar vom que esta acontecendo no Brasil. E aqui estamos falando de todos os políticos. Mas tinha que aparecer alguem com discurso tão original falando de choradeira. Agora toda a reclamação legítima virou choradeira, segundo os petista não se pode contrariar o governo que já estão pedindo terceiro turno. Vc deveria ler e opinar ao invés de contrariar só porque é contra o pt.

    • Horacio Bastos Machado Zumbi says:

      não vejo a choradeira relacionada ao PT … mas gozado é ir para as ruas e no fim da sempre nisso …na hora da eleição se escolhe que esta ai ha anos…ve se le oque eu escrevi e procure entender e não fique cacarejando coisas que eu não sou nem nunca fui petista muito menos PSDbista …mas na real …todo ano essa choradeira apos se elejer um congresso desses…

  12. Wesley Holanda Holanda says:

    TO SABENDO QUE A OAB ESTA COM UM ABAIXO ASSINADO PRA MUDAR OS POLÍTICOS NESTE PAIS , PRA QUEM QUISER VER O VIDEO E BAIXAR O MANIVESTO PRA COLHER ASSINATURA TA AI O LINK https://www.youtube.com/watch?v=sDi2O3da_xk / http://fimdopoliticoprofissional.com.br/ ESTA OS DOIS LINKS VEJA AI OLHE PRA VÊ SE VOCÊS GOSTA PRA MIM NADA VAI MUDAR SE NÃO DEIXARMOS AS LEIS MAIS DURAS E INFLEXÍVEL , PRA QUE NÃO DEVE E NÃO TEME APOEM A PENA DE MORTE NESTE PAIS CLICK NO LINK E LEIA

  13. Arlete Guimaraes says:

    Mas não vivemos na Suécia, somos brasileiros e eu,podem crer, mesmo com
    todas essas coisas boas nesse país, não quero sair do Brasil de jeito
    nenhum, então não tenho de reclamar nada e sim lutar par transformar. E
    evitar r comparações porque não adianta nada!O que adianta é
    lutar,questionar ,ir para as ruas, agitar.Exigir mudanças no sentido da
    transformação.Agora se algumas pessoas podem e gostariam de se mudar para a Suécia
    porque lá não tem político corrupto , bom para elas,pelo menos evitam de brigar.

  14. Tsutomu Machino says:

    Quando mudei para Dracena, e não me lembro até quando, os vereadores não eram remunerados, e por incrível que pareça eram bem melhores que hoje. Quem tiver dúvida pode perguntar para antigos moradores.

  15. Gilda Queiroz says:

    Desculpe, Janete, mas acho que nossas realidades do Brasil e da Suécia são muito distintas, por termos aqui um país tão grande e com problemas tão complexos. Acompanho muito de perto pela TV Câmara e pela TV Senado os debates nas Comissões e outras instâncias e fico admirada do fôlego que têm os parlamentares sérios (de direita ou de esquerda). Mas meu argumento é a favor da dedicação total ao mandato, mas não quero justificar os altos salários.

    • Leandro Franca says:

      Se o problema fosse só os altos salários, tudo bem. Mas é a pessima administração e a má intenção com que são feitas e desrespeitas as leis, a corrupção interminável, o justiça lenta e nomeada pelo executivo, que alias nomeia os ministros do tribunal de contas. RIDÍCULO

    • Leandro Franca says:

      Seu Euzidio, é que tem gente que muda de opinião conforme o citado. Roubar e errado, mas, se quem rouba e o PT, ai o errado passaca ser certo e nós somos coxinhas, chorões, play boys etc. Tudo o que é pt e bom, o que não é não presta.

  16. Noemia Dos Santos says:

    Para chegarmos no estagio da Suecia quem sabe com uma Intervencao Militar a Ordem e Progresso que esta escrito em nossa Bandeira isto podera acontecer…Quanto os altos salarios dos magistraos espero que nao sejam para comprarem a sua omicao e anestesiar a sua mente da lealdade a justica , honestidade, imparcialidade pois seriam baratos demais diante da situacao a qual estamos presenciando a moral a etica e o temor a Deus precisa prevalecer e mesmo porque se o povo empobrecer com que irao receberem se o povo nao tiverem para pagar as suas divdas…E alem do mais sao brasilos e ficaremos no mesmo barco…Aecio Preside…

  17. Thales Coppola says:

    Os mesmos direitistas que tanto defendem a Suécia estariam dispostos a adotar as mesmas medidas em prol da igualdade aplicadas sistematicamente por lá, mas que aqui seriam tachadas de “comunistas bolivarianas”?
    Igualdade social, taxação dos ricos, inexistência de um abismo entre ricos e pobres como o nosso, fortíssimos programas sociais, combate ao preconceito… se os coxinhas soubessem o que verdadeiramente é o desenvolvimento nos países que tanto dizem admirar ficariam loucos.
    http://tijolaco.com.br/blog/?p=23497

  18. Thales Coppola says:

    “A verdade é que estas pessoas, quando falam sobre o Brasil, são as primeiras a reclamar da ‘alta carga tributária’, da infernal legislação trabalhista, da pouca vergonha que foi incluir as domésticas na legislação trabalhista porque isto aumenta o ‘custo Brasil’, etc.
    O que dizer do encantamento do sujeito quando viu que lá na Suécia a licença maternidade e paternidade é de 01 ano e 04 meses? O sujeito ficou maravilhado!
    Agora, se alguém defender isto aqui na terra das palmeiras, o mesmo sujeito enlouquece dizendo que isto vai quebrar o país!
    Defendem eles, na verdade, que o Brasil permaneça eternamente atrasado e desigual. Defendem a civilização desde que essa civilização aconteça lá fora, de preferência na Europa.
    Se alguém propõe políticas públicas de aumento do salário mínimo, de combate às desigualdades sociais e regionais ou de aumento na tributação dos ricos, lá vai o nosso bom sujeito vociferar nas avenidas e nas redes sociais contra um tal de ”comuno-bolivarianismo” que se quer instalar em Pindorama.
    É que tudo isso na Suécia é muito chique e elegante, mas no Brasil, ao contrário, é ‘comunismo’!
    Arrematando, se dependêssemos dos bons sujeitos do Brasil, jamais chegaríamos a ser uma Suécia.”
    http://jornalggn.com.br/blog/diogo-costa/modelo-sueco-e-bom-desde-que-fique-bem-longe-do-brasil#.VIRFXw9wp20.facebook

    • Leandro Franca says:

      Não concordo com os termos: coxinhas, elite, nordestinos ignorantes, etc. Termos que dividindo ainda mais o nosso pais. Quanto aos ex citados de outros países, bom: e bem difícil comparar paises com realidades tão destintas. Vc cita alguns benefícios socias que os “coxinhas” não gostariam de ver por aqui, mad é bom salientar que estes são possíveis não só por uma alta carga tributária, semelhante a nossa, mas por um estado mais enxuto, com menos corrupção, e estes exs nós podemos tomar para nós.

  19. Romeu Goes says:

    Aqui quando se propõe Reforma Política é como assistir filme de Frank Sten, é tão difícil e complicado que tentam impedir isso a qualquer custo. Isso só é possível com a REFORMA POLÍTICA e desse tema na Constituição. Não adianta tentara falar de outros países se as regras aqui não mudarem.

  20. Tereza Figueiredo says:

    O certo seria que todos os membros assim pensassem. Mas nem ministros nem congressistas, de nenhum partido, pensa assim. Então, a maioria petista, que prega a falsa filosofia do populismo, deveria lutar contra essa falta de vergonha e ética.

  21. Maria Helena de Oliveira says:

    Infelizmente, aqui não é a Suécia…sempre achei que vereadores não devem ganhar nada,exatamente como é por lá.Mas quem faz as leis e dita os aumentos e mordomias são os proprios legisladores que, sem um mínimo de pudor, SEMPRE legislam em causa propria…DESCARADAMENTE !!!

  22. Sidney Luiz Pierotti says:

    Não é justo comparar um país como a Suécia com esta republiqueta de incompetentes, corruptos ,salafrários e sem nenhum resquício de amor à Pátria.Chega a ser ofensivo ao “pobre” povo sueco!!!!!!É possível que o Embaixador sueco venha ao Planalto e com toda a fleuma e delicadamente declarar. VÃO PRA PUTA QUE OS PARÍU e parem de nos comparar com vocês, ladrões!!!!!!

  23. Jayme Sobrinho says:

    Uma comparação incomparável. São dois países diferentes, com histórias diferentes. Conheci um pouco sobre a Suécia através de amigos que lá estiveram em Surahammar, em 1979. Contaram tudo isso que a postagem mostra, resumido no comportamento do povo. Lá tem gente desonesta? Claro que tem. Tem corruptos, fraudadores e parasitas mas lá o sujeito há anos tem formação educacional de primeira qualidade, tem (ainda?) o segundo idioma que é o inglês e boas condições de vida, num País com menos de 10 milhões de habitantes, que não pode nunca ser comparado com o Brasil. De modo algum. Agora, a gente se assusta quando lê certas postagens como a do Ari Fontoura, que estampa, ao invés de começar bem, é assim estampada no post “ARY FONTOURA ESCREVE CARTA PARA DILMA ROUSSEFF E DÁ LIÇÃO DE MORAL NA PRESIDENTE!”. Pela idade do sujeito, já deve ter colocado lá em cima muito político que não contribuiu em nada para que nós chegássemos pelo menos no primeiro degrau para começarmos a nos igualar à Suécia. O exame de consciência ninguém faz, mas dar lição de moral, todo mundo quer.

  24. Matilde Batarce says:

    O povo deve lutar pra tirar muitos que estão no governo só para mordomia são muitos Deputados muitos vereadores e o salario muito alto tem Pais melhor é claro mas são Países pequenos o Brasil é grande e já estava no tempo do P.S.D.B muito ruim sem Universidades e mal governado agora tem que ter paciência que vai melhorar

  25. Antonio José Silva says:

    Na realidade nenhum tipo de político faz falta ou traz algum tipo de benefício à sociedade ( todos os cargos de uma administração pública deveria ser exercida por técnicos especializados ). A “VEREANÇA” ´ simplesmente é um escárnio, um desperdício de dinheiro público injustificável, é a manutenção de uma horda absolutamente sem nenhuma finalidade !!!

  26. Maria Silveira says:

    A indignação do povo é grande! Precisamos de uma reforma que atinja a todos os brasileiros, PARA TODOS OS POLÍTICOS GANHAREM MAIS GANHAR MAIS A VOTAÇÃO FOI UNANIME NO SENADO . ! AI VEMOS QUE O QUE OS MINISTROS E SENADORES FALAM É PURA BALELA.

  27. Maria Silveira says:

    MUDAR A CONSTITUIÇÃO JÁ! ANTES QUE O POVO CAIA NA BANCARROTA! OS POLÍTICOS ESTÃO SEM PUNIÇÃO, AO CONTRÁRIO, GANHAM BONUS! TEMOS QUE MUDAR A CONSTITUIÇÃO CORRUPTA QUE TEMOS, ESTA CONSTITUIÇÃO SOMENTE PROTEGE POLÍTICOS, CONTINUA OPRIMINDO O TRABALHADOR.

  28. Suzy Troccoli says:

    Quando o povinho daqui abrira os olhos para acabar com tanta mordomia e vantagens em cifras para tdoas as autoridades????/ Eles devem arcar com todas as despesas tanto pessoais como familiares como qualquer cidadão . Vamos deixar de pensar que “autoridades” são DEUSES estes eram da Grecia, Egito .mas já acabou,

  29. Fernando Lopes says:

    vou fazer uma
    brincadeira
    com
    vc?
    Tem q
    fazer
    tudo q ta
    aki
    ta!
    Funciona
    mesmo!!!
    O
    AMIGO
    DA
    PESSOA
    QUE
    ME
    ENVIOU
    ISTO,
    AINDA
    NÃO ACREDITA QUE
    ACONTECEU
    MESMO,
    ELA
    ME
    DISSE
    QUE
    FEZ APENAS POR
    FAZER E
    QUE PEDIU ALGO
    QUE
    ACREDITAVA
    SER
    IMPOSSÍVEL.
    VEREMOS…
    *Para
    você
    mesmo,
    diga
    o
    nome do único rapaz ou moça com quem você gostaria
    de
    estar
    (três
    vezes)
    *Pense
    em
    algo que
    queira
    realizar na
    próxima
    semana
    e
    repita para
    você mesmo (seis
    vezes)
    *Se
    você
    tem
    um
    desejo, repita-o para você
    mesmo
    (nove vezes)
    *Pense
    em
    algo
    que
    queira
    que
    aconteça entre você e uma pessoa
    especial
    (aquela
    que
    você
    pensou
    no
    número 1.) E
    repita para você mesmo
    (doze
    vezes)
    ***Agora
    poste
    em
    10
    comentarios
    em 1 hora.
    Caso vc não
    mande, vai acontecer
    tudo
    ao contrario

  30. Ruth Furquim says:

    Para resumir : a MAIOR corrupção do Brasil são os salários, as mordomias, as regalias, a diferença institucional em que são tratados os parlamentares em comparação com o trabalhador comum, e etc.etc.

  31. Jose Ananias says:

    Se defendem tanto a suercia pq nao estao la.esses mesmos nao compartilha em nada para melhorar o nosso Paiz.Em vez de falar mal do Paiz em que vivemos , vamos lutar juntos e deixar de torturar as pessoas com os comentarios hipocritas que nao leva a lugar nenhum.

    • Nica says:

      Nao acho q um assunto desses menospreza nosso país,acredito que seja valido como um exemplo a seguir para nossa melhoria. Nao precisamos mudar d país, mas seria hipocresia achar q se aqui fosse desse jeito teriamos tanta gente no poder. Infelizmente isso eh fato. Se nao rolasse tanta grana muitos nem fariam parte da política… amo meu país e se existe um exemplo bom pq nao tentar?….

  32. Betto Ferreira says:

    Pois é, eu não seris vereador na Suécia. Porque não ganharia tão bem pra se vestir to bem como as figuras da foto. E ainda usar todos os recursos particulares em prol do Estado. Quem será que exerce os cargos políticos na Suécia, hein?

  33. how to get help in windows 10 says:

    Hello, I think your site might be having browser compatibility issues.
    When I look at your blog site in Firefox, it looks fine but when opening in Internet Explorer,
    it has some overlapping. I just wanted to give you a quick heads up!
    Other then that, fantastic blog!

  34. natalielise says:

    Hi! This is my first comment here so I just wanted to give a
    quick shout out and say I truly enjoy reading through your blog posts.
    Can you recommend any other blogs/websites/forums that go over the
    same subjects? Thanks! pof natalielise

  35. plenty of fish says:

    Do you have a spam problem on this website; I also
    am a blogger, and I was curious about your situation;
    many of us have developed some nice practices and we are looking to swap techniques with others, please
    shoot me an email if interested.

  36. Joshua Mackay says:

    Very great post. I simply stumbled upon your blog and wished to mention that I’ve truly enjoyed browsing your blog posts. After all I’ll be subscribing to your rss feed and I’m hoping you write again soon!

  37. http://tinyurl.com/ says:

    Hey I know this is off topic but I was wondering if you knew of any widgets I could add to my blog that automatically tweet my newest twitter updates.
    I’ve been looking for a plug-in like this for quite some
    time and was hoping maybe you would have some experience
    with something like this. Please let me know if you run into anything.
    I truly enjoy reading your blog and I look forward to
    your new updates.

  38. ps4 games says:

    I like the valuable info you provide in your articles.
    I’ll bookmark your blog and check again here regularly.
    I am quite sure I will learn plenty of new stuff right here!
    Good luck for the next!

  39. ps4 games says:

    I loved as much as you will receive carried out right here.
    The sketch is attractive, your authored material stylish.
    nonetheless, you command get bought an impatience over that you wish be delivering the following.
    unwell unquestionably come more formerly again since
    exactly the same nearly very often inside case you shield this increase.

  40. quest bars cheap coupon twitter says:

    It’s perfect time to make some plans for the future and it
    is time to be happy. I’ve read this post and if I could I desire to suggest you some interesting
    things or suggestions. Perhaps you could write next articles referring to this article.
    I want to read even more things about it!

  41. ps4 games says:

    Hello There. I found your weblog the usage of msn.
    This is an extremely smartly written article.
    I’ll be sure to bookmark it and return to read extra of your helpful information. Thank you for the post.
    I’ll certainly comeback.

  42. ps4 games says:

    Have you ever thought about publishing an e-book or guest authoring on other
    blogs? I have a blog centered on the same ideas you discuss and would really like to have you share some stories/information. I know my
    subscribers would appreciate your work. If you’re even remotely interested, feel free to send me an e-mail.

  43. match.com free trial says:

    I’ve been surfing online more than three hours today, yet I
    never found any interesting article like yours. It’s pretty worth enough for me.
    In my view, if all web owners and bloggers made good content as you did, the net will be
    a lot more useful than ever before.

  44. match.com free trial says:

    I think what you said made a ton of sense.
    But, what about this? what if you were to write a awesome headline?
    I ain’t suggesting your information is not good., but suppose you added a title that grabbed folk’s
    attention? I mean Como funciona a mente de um político na Suécia –
    Claudia Wallin – Cartas da Suécia is kinda plain. You should look
    at Yahoo’s front page and note how they
    create article headlines to grab people to open the links.
    You might try adding a video or a related picture or two
    to grab people excited about what you’ve written. Just my opinion, it could
    make your posts a little livelier.

  45. https://russellwebster.tumblr.com/ says:

    Have you ever considered about including a
    little bit more than just your articles? I mean, what you say is fundamental and all.
    However think of if you added some great graphics or video clips to give your posts more,
    “pop”! Your content is excellent but with pics and clips, this blog could certainly be one of the greatest in its field.
    Good blog!

  46. sling tv says:

    Your style is really unique in comparison to other people I’ve read
    stuff from. Many thanks for posting when you’ve got the opportunity, Guess I’ll just bookmark
    this page.

  47. sling tv says:

    It’s really a cool and useful piece of information. I’m satisfied that you simply shared this helpful information with us.
    Please keep us up to date like this. Thank you for sharing.

  48. sling tv says:

    I love your blog.. very nice colors & theme. Did you create this website yourself or did you hire someone to do it for you?
    Plz respond as I’m looking to create my own blog and would like to know where u got this from.
    many thanks

  49. sling tv says:

    Attractive element of content. I simply stumbled upon your
    site and in accession capital to assert that I get in fact enjoyed account your
    blog posts. Any way I’ll be subscribing in your augment and even I fulfillment you access consistently quickly.

  50. Pingback: Google

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *